nuno capa | arquitecto
Igreja Ancestral de Fraião
2021 | braga | portugal

A intervenção arquitetónica na Igreja Ancestral de Fraião, em Braga, Portugal, é uma intervenção de análise e decisão.

Uma análise sobre o estado de degradação das intervenções mais recentes, efetuadas no início do sec. XX, com revestimentos e ampliações efetuadas com argamassas de cimento pintadas, quer no exterior, quer no interior, impulsionou a uma decisão de descoberta da sua base com a remoção dos revestimentos deteriorados. 

A escassa informação sobre a construção inicial impulsiona ainda mais a vontade de descobrir a sua essência e as intervenções que lhe sucederam.

 

A planta apresenta-nos uma simples organização espacial em dois retângulos de dimensões ligeiramente diferentes - nave e capela-mor - com uma passagem entre eles que se veio a revelar de arcada com a remoção das argamassas.

Esta organização simples revela-se também na sua volumetria onde se sobrepõe a da nave à da capela-mor, embora esta última revelou um ligeiro aumento em alvenaria de tijolo. 

A torre sineira, à esquerda da entrada axial da nave, é uma construção de estrutura e revestimentos cimentícios, do início do Séc. XX, onde não se revelou qualquer pré-existência que lhe tenha antecedido.

 

A intervenção a propor teria, agora, de seguir um princípio de intervenção contemporâneo, que revelasse um pouco da sua dimensão temporal e enquadrasse não só as novas necessidades térmicas e de acessibilidades no exterior, as acústicas e de iluminação no interior, bem como as de recuperação do coro e dos retábulos da capela-mor e lateral a par da instalação de novos painéis cerâmicos e vitrais.

 

Subtraíram-se as camadas de rebocos e cimentos da fachada que se acumularam ao longo dos tempos, trazendo a pedra à superfície como um ato solene do “início” da obra.

Ao mesmo tempo, este regresso ao ponto de partida, e que lhe restituiu a expressão original, abriu caminho para uma intervenção mais contemporânea nos elementos não passíveis de serem alterados, como é o caso da torre sineira.

 

Se por um lado se constitui o conceito de subtração nas fachadas, propõe-se agora para esta torre e para o volume do alçado a nascente/sul, a agregação de uma pele em aço patinável - aço corten – cujas propriedades trarão para esta construção a permissão que outras camadas, agora na forma de uma camada de ferrugem como proteção ao material, se apropriem novamente da construção, conferindo-lhe visualmente características de amadurecimento pelo tempo.

 

A decisão para a Igreja de Santiago traça um percurso entre a subtração e a agregação de elementos diferenciados, cuja simbiose formal resulta na importância e ação dos materiais no tempo do edifício.

The architectural intervention in the Ancestral Church of Fraião, in Braga, Portugal, is an intervention of analysis and decision. An analysis about the degradation state of the latest interventions carried out in the beginning of the 20thcentury. The coatings and extensions made with painted cement mortars, both inside and outside the main church, reinforced the decision to uncover its original characteristics by removing the degraded coatings.

 

The scarce information about the former construction further drives to the commitment to unveil its essence and the interventions previously carried out.

 

The design plan presents a simple spatial organization, composed by two rectangles of slightly different dimensions – nave and main church - with an archway passage, this one revealed with the removal of mortar layers.

 

This single organization also reveals itself in its volumetry where the nave overlays on the main church, although disclosing a slight increase in brick work.

 

The bell tower, on the left side of the axial entrance of the nave, is a construction of cement-base structure and cladding from the beginning of the 20th century, where no pre-existence sign of the building has been revealed. 

 

Therefore, the intervention to propose would have to follow a principle of contemporary intervention, setting out its time dimension and which not only accommodate the new exterior thermal and accessibility requirements, the interior acoustics and lighting needs, but also the restoration of the choir and the altarpieces of the main and side chapels along with the installation of new ceramic panels and stained glass windows.

 

The layers of plaster and cement of the façade accumulated throughout the years were subtracted, bringing the stone back to the surface as a solemn act of the "beginning" of the works.

 

At the same time, this return to the basis, and which restored the original expression, led to a more contemporary intervention on those elements that could not be changed, as is the case of the bell tower.

Therefore, if on the one hand the concept of subtraction on the facades is set, for this tower and for the volume of the eastern/southern elevation it is now proposed the incorporation of a steel skin patina - Corten steel - whose properties will empower the construction to receive a rusty layer, conferring it features of maturation in the course of time..

The project’s decision for the Ancestral Church of Fraião traces a path between the subtraction and the aggregation of distinctive elements, whose formal symbiosis results in the significance, scale and work of materials in the building time.

 

<